Como vender fotos na internet? Descubra as 5 melhores práticas!

Não importa muito se você está começando agora ou se já tem um tempo de jornada no universo fotográfico, em alguma ocasião você pesquisou sobre como vender fotos na internet, não é mesmo? Essa é uma maneira inteligente e até estratégica de aproveitar aquelas imagens feitas em momentos de lazer ou que simplesmente não tiveram aplicação para outra coisa — e levantar uma grana extra com esse comércio.

Mas, afinal, você sabe como negociar suas imagens online e ainda conseguir um bom preço por isso? Se não, está na hora de conferir umas dicas que vão ajudá-lo nessa missão. Fique com a gente, prossiga a leitura até o fim e aproveite as sugestões!

5 melhores práticas para vender seus trabalhos na internet

Vamos logo conferir quais são as melhores práticas para transformar aquelas imagens paradas em dinheiro na sua conta. Se precisar, pegue papel e caneta para não perder nenhum passo. Acompanhe!

1. Escolha um nicho de fotografia

O primeiro passo é entender qual é o nicho de fotografia no qual você quer focar. Para vender as suas imagens online, é importante criar uma espécie de reputação perante os clientes, o que dará mais credibilidade aos seus cliques.

Existem nichos que são muito requisitados na internet, por exemplo:

  • Comidas;
  • Bebidas;
  • Saúde;
  • Design de interiores;
  • Arquitetura;
  • Natureza;
  • Negócios;
  • Esportes;
  • Moda;
  • Pessoas;
  • Eventos.

Você se identifica com algum deles? Então, talvez o ideal seja começar por esse. E não se esqueça de tentar fazer imagens que saiam um pouco da “curva”, ou seja, de entregar resultados distintos daqueles que costumam ser encontrados com frequência nas redes. É capaz de as pessoas se disporem a pagar um preço acima da média por imagens mais exclusivas.

2. Escolha um banco de imagens

A etapa seguinte diz respeito a eleger a plataforma ou o banco de imagens por meio do qual você vai negociar o seu trabalho, como Shutterstock, Getty Images ou iStock. Cada uma delas tem uma taxação diferente e permite ao cliente comprar as imagens diretamente pelo site, sem ter de ficar negociando.

Assim, você cria uma espécie de catálogo dos cliques que quer vender, e os clientes podem navegar por ele, checar os preços e comprar o que melhor atender às suas necessidades. Com a licença de uso das imagens, eles pagam uma única vez e podem usá-las para sempre. E é claro que você ganha uma comissão em cima disso.

3. Tenha um site

Outra opção bastante atrativa para uma venda de fotos na internet de forma mais direta e rentável é o site próprio. Nele, você poderá ter um portfólio completo do seu trabalho, manter um blog com dicas de fotografia ou de como usar as imagens, e ainda criar uma loja virtual para a comercialização de seus produtos.

O site também é vantajoso por gerar autoridade para o seu nome. Ele propicia a você ter uma apresentação mais formal do seu trabalho, contar um pouco da sua trajetória e até compartilhar informações interessantes referentes à fotografia, demonstrando que você tem um domínio sobre aquilo que faz.

4. Crie produtos com suas fotos

Uma alternativa que pode funcionar para agregar valor às suas imagens e diferenciá-las no mercado online é a criação de produtos secundários baseados nelas. Já imaginou produzir quadros bem elaborados com fotos incríveis que você tirou? Ou então montar peças no Canva e comercializá-las como itens para mídias sociais?

Outra ideia bacana é elaborar seus próprios álbuns de fotografia ou contar a história de um lugar específico, de uma comunidade. Isso pode parecer bem atrativo para os moradores locais e para os visitantes também. Vários fotógrafos renomados trabalharam com essa ideia e deu muito certo.

5. Invista em divulgação e venda nas redes sociais

As redes sociais estão aí para serem usadas a seu favor. Então, por que não se beneficiar delas para vender as suas fotos? Algumas delas são voltadas ao compartilhamento de imagens, como é o caso do Pinterest e do Instagram.

Desse modo, você pode usá-las enquanto um grande portfólio, não só para vender suas fotos prontas, mas também para divulgar ensaios específicos ou pacotes de trabalhos corporativos. Quanto mais as pessoas se interessarem pelos seus cliques, maiores as chances de procurarem você para um trabalho completo.

Como conquistar seu público

Se você deseja se dar bem vendendo pela internet e não quer depender dos meios convencionais de divulgação, precisa dominar certas técnicas de marketing digital. A boa notícia é que existe muito conteúdo online disponível acerca desse tema.

Nas próprias redes sociais, como o Instagram, você vai encontrar um monte de indicadores que apontam o quanto as pessoas estão satisfeitas com o conteúdo postado. Além de ter uma ideia do total de seguidores, curtidas e comentários, você consegue descobrir a intensidade do interesse que as pessoas têm nos seus stories e quais tipos de fotos geram um engajamento maior.

Todos esses dados podem ser usados estrategicamente para você produzir “mais do mesmo”. Em termos gerais, se os seus seguidores curtem mais as suas fotos de viagens, paisagens e animais do que as de comida, seu nicho é natureza e não alimentos.

Ficar de olho nesse tipo de informação vai fazer com que você seja mais certeiro ao produzir conteúdo. Além disso, é necessário se dedicar a entender qual é a lógica por trás de cada rede social. No Instagram, as pessoas gostam de acompanhar os seguintes conteúdos:

  • Making of;
  • Antes e depois;
  • Dicas de edição;
  • Melhores poses etc.

Então, quanto maior for o valor entregue diariamente para esse pessoal, maior será o retorno dado a você em termos de interesse em seu trabalho, interações nas mídias e conversões propriamente ditas, que são uma maneira indireta de vender fotos na internet.

Conforme exposto ao longo deste post, é possível vender suas fotos online de forma bastante rentável. Você só precisa definir uma prioridade de estilo fotográfico, encontrar uma plataforma que satisfaça as suas demandas e investir no marketing do seu trabalho. É assim que você soluciona o desafio de como vender fotos na internet.

Aproveitando que você está em busca de novas maneiras de atrair atenção para o seu trabalho, descubra como usar o storytelling na fotografia!

TAGS

Compartilhe nas redes sociais

AUTOR:

Post produzido por Fujifilm X Series Brasil Acompanhe as redes sociais oficiais: @xseriesbr no Instagram e X Series Brasil no Facebook

Logo fuji

Blog Fujifilm

Explore o mundo da
Fujifilm X Series e GFX!

SIGA A X SERIES POR E-MAIL

Inscreva-se e receba a
nossa newsletter e outras
novidades da X Series!

Quem escreve para a X Series:

Mãe e Fotógrafa, apaixonada por ambas funções. Vive de fotografia desde 2001, quando percebeu que luz,...

Analista de Sistemas, Designer Gráfico e Fotógrafo e Certificado Adobe Expert por seu vasto conhecimento...

Fotógrafo, filmmaker e designer gráfico. Criador do PhotoWalk, amante de café e boas histórias.

X-Photographer desde 2014. Trabalho com fotografia e vídeo desde 1995 e transito por inúmeras áreas...

Loja virtual

fujifilm-logo-01

SIGA X SERIES

VEJA TAMBÉM

Conheça as funcionalidades do sistema GFX nas câmeras Fujifilm

Em busca de aperfeiçoar a arte de fotografar, muitas pessoas se deparam com opções de…

fernandaquintino

VER MATÉRIA COMPLETA
Fundo pra foto: qual a utilidade e quando usar um?

Fundo pra foto: qual a utilidade e quando usar um?

A fotografia é uma arte que captura momentos, emoções e histórias por meio de imagens…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA
Reels de fotógrafos: como construir um portfólio no Instagram

Reels de fotógrafos: como construir um portfólio no Instagram

Nas redes sociais, a fotografia ganhou um novo palco para brilhar: os Reels do Instagram….

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA
Manipulação de imagem: conheça mais sobre as técnicas

Manipulação de imagem: conheça mais sobre as técnicas

Quando o assunto é fotografia, a tecnologia tem permitido não apenas que as câmeras se…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA