Conheça as câmeras da Fujifilm com sistema GFX

Quem é apaixonado pelo mundo da fotografia sabe que uma câmera digital pode ser de dois tipos principais: de sensor cropado (APS-C) e full frame. Na prática, esse é o componente responsável por captar a imagem, sendo que o tipo de sensor impacta o fator de corte e a nitidez da fotografia.

As câmeras full frame proporcionam imagens mais amplas e com resultados de maior qualidade. Agora, o que você talvez não saiba é que já existem sensores ainda mais vantajosos: aqueles com o sistema GFX. Para entender melhor qual é o trabalho desse componente e por que investir nesse último tipo, continue a leitura!

O que é o sistema GFX?

Antes de falar sobre o sistema GFX, vale a pena esclarecer melhor o que é o sensor e qual é o seu trabalho na câmera digital. Como dito, esse é o componente que capta as imagens às quais as lentes são expostas e envia os dados para o processador.

Então, o sensor tem a mesma função que é atribuída ao filme nas câmeras analógicas. Os diferentes tipos desse componente se relacionam, sobretudo, com o fator de corte, ou seja, com o formato e o tamanho da imagem captada.

Basicamente, a lente é exposta ao ambiente e envia os dados para circular dentro do equipamento. O tamanho do sensor define o quanto dessa imagem será captada pela câmera.

Nas câmeras com sensor cropado, esse componente tem tamanhos variados, mas sempre em torno de 24 mm. Já nos modelos full frame, o sensor tem 35 mm. Esse último entrega resultados semelhantes aos das fotografias feitas em filme.

Quanto menor é o sensor, maior é o corte na área da imagem captada. Mas não é só isso: o tamanho desse componente também interfere na capacidade de absorção de luz — um aspecto decisivo para a qualidade da fotografia.

Nas câmeras full frame, há menos ruídos na imagem e maior nitidez de cores, além de mais versatilidade no controle de foco. Por isso, no mercado da fotografia semiprofissional e profissional, geralmente, são utilizadas câmeras full frame.

O sistema GFX

No sistema GFX, o sensor é cerca de 1,7 vezes maior do que o full frame, sendo considerado um sensor de médio formato. Além de impactar o fator de corte, esse sistema tende a oferecer resultados ainda mais nítidos, com maior sensibilidade para captura de tom, luz e sombra.

Então, ele é o que apresenta os melhores resultados de imagem! É ideal para fotógrafos comerciais, paisagísticos e até para produtores de vídeo, proporcionando um campo de visão maior, alta definição e cores extremamente realistas.

Como funciona o sistema GFX?

O sistema GFX incorpora um sensor grande, com 43,8 mm x 32,9 mm. Combinado a um processador poderoso e a um sistema de lentes com distância focal da flange mais próxima ao sensor, o resultado é que, mesmo sendo maior do que o full frame, as câmeras digitais dessa nova geração continuam supercompactas e leves.

Assim, você pode levar a sua câmera GFX para qualquer lugar onde queira testar os limites da sua criatividade. Ainda, as câmeras da série GFX herdam a tecnologia óptica das objetivas de película fotográfica de médio e grande formato, proporcionando a qualidade de imagem realmente profissional que você procura.

Quais são os diferenciais do sistema GFX?

Como você viu, o sistema GFX é superior ao full frame. Com ele, seus cliques ganham uma resolução impressionante, além de cortes mais amplos. E tudo isso com a precisão de cores já consagrada da Fujifilm.

Com as câmeras GFX, sua experiência de fotografia é como congelar aquele momento exatamente como ele está na sua memória.

Quais são os modelos das câmeras digitais mirrorless GFX?

Em 2017, a Fujifilm revolucionou o segmento ao lançar a GFX 50S, que se consagrou como uma das câmeras de médio formato mais compactas até hoje, e já com uma qualidade de imagem superior às câmeras full frame.

Atualmente, você conta com três câmeras com sistema GFX na Fujifilm: a GFX 100S, a GFX 50SII e a GFX 50R. Trata-se de uma nova geração de equipamentos de imagem compactos, leves e com qualidade de imagem como nenhum outro.

Com eles, você consegue captar detalhes incríveis, gradações suaves e cores com altíssima precisão. Mesmo as mudanças mais imperceptíveis de tons são registradas pelo sensor GPX. Veja as especificações:

  • GFX 100S — X-Processador IV e resolução de 102 MP;
  • GFX 50SII — X-Processador IV e resolução de 50 MP;
  • GFX 50R — processador PRO (modelo anterior ao X-Processador IV) e resolução de 50 MP.

Além disso, as câmeras GPX contêm um poderoso estabilizador de imagem no corpo (IBIS), feito para que você nunca perca o momento perfeito do clique. Mesmo quando a luminosidade é baixa e você não tem um tripé em mãos, os excelentes níveis de estabilidade proporcionam o registro que você queria.

Ainda, as câmeras da série GFX trazem a mesma tela LCD na parte traseira com placa superior integrada para controles de visualização e configurações rápidas.

O modelo mais avançado do segmento: a GFX 100S

A GFX 100S é a versão mais poderosa da linha, com o dobro de resolução da já aclamada GFX 50S e metade do seu tamanho. São mais de 100 MP em um corpo de apenas 900 gramas. Isso contanto com sua bateria e cartões!

Para conseguir entregar tanto resultado em um equipamento tão portátil, a Fujifilm redesenhou muitos dos componentes dos modelos anteriores. Com isso, o novo sistema de estabilização no corpo se tornou um dos mais avançados do segmento. A bateria removível também é mais potente, então, você pode tirar mais frames por carga.

Agora que você conhece o sistema GFX e como ele proporciona imagens com impressionante resolução, já sabe que esse é um grande diferencial para os seus registros, não é? Ainda mais ao contar com os modelos recentes da Fujifilm, que além do sensor maior, oferecem o máximo de portabilidade e leveza.

Então, entre em contato para conhecer de perto as câmeras Fujifilm e escolher o equipamento ideal para as fotografias mais incríveis!

TAGS

Compartilhe nas redes sociais

AUTOR:

Post produzido por Fujifilm X Series Brasil Acompanhe as redes sociais oficiais: @xseriesbr no Instagram e X Series Brasil no Facebook

Logo fuji

Blog Fujifilm

Explore o mundo da
Fujifilm X Series e GFX!

SIGA A X SERIES POR E-MAIL

Inscreva-se e receba a
nossa newsletter e outras
novidades da X Series!

Quem escreve para a X Series:

Mãe e Fotógrafa, apaixonada por ambas funções. Vive de fotografia desde 2001, quando percebeu que luz,...

Analista de Sistemas, Designer Gráfico e Fotógrafo e Certificado Adobe Expert por seu vasto conhecimento...

Fotógrafo, filmmaker e designer gráfico. Criador do PhotoWalk, amante de café e boas histórias.

X-Photographer desde 2014. Trabalho com fotografia e vídeo desde 1995 e transito por inúmeras áreas...

Loja virtual

fujifilm-logo-01

SIGA X SERIES

VEJA TAMBÉM

Conheça as funcionalidades do sistema GFX nas câmeras Fujifilm

Em busca de aperfeiçoar a arte de fotografar, muitas pessoas se deparam com opções de…

fernandaquintino

VER MATÉRIA COMPLETA
Fundo pra foto: qual a utilidade e quando usar um?

Fundo pra foto: qual a utilidade e quando usar um?

A fotografia é uma arte que captura momentos, emoções e histórias por meio de imagens…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA
Reels de fotógrafos: como construir um portfólio no Instagram

Reels de fotógrafos: como construir um portfólio no Instagram

Nas redes sociais, a fotografia ganhou um novo palco para brilhar: os Reels do Instagram….

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA
Manipulação de imagem: conheça mais sobre as técnicas

Manipulação de imagem: conheça mais sobre as técnicas

Quando o assunto é fotografia, a tecnologia tem permitido não apenas que as câmeras se…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA