5 dicas de como vender fotos no mercado digital

As fotos nunca saíram de moda. Desde a época dos retratos até hoje, as pessoas gostam de fixar imagens no papel, momentos especiais, reuniões em família, eventos da natureza ou da sociedade. Um álbum de fotos pode realmente contar uma história somente por recursos visuais. A foto registra para o presente e para a posteridade.

Atualmente, com a digitalização, a demanda por fotos permanece. O melhor é que é possível obter imagens de qualidade muito alta, com excelente resolução. Nesse sentido, vender fotos pode ser um bom negócio, concorda? Confira a seguir algumas dicas para vender fotografias, inclusive usando a internet!

Por que vender fotos?

Vender fotos pode ser uma opção de renda extra, porque muitas pessoas procuram imagens na internet. Existem muitos sites, como Getty Images e Shutterstock, que trabalham com uma ampla diversidade de imagens. Os bancos de imagens são sites que reúnem profissionais da área a empresas e pessoas que procuram imagens para seus projetos.

Quando alguém compra imagens nesses bancos, ele compra, na verdade, a licença que dá direito de uso da imagem. São imagens royalty-free. O cliente paga apenas uma vez e pode utilizá-las sempre que quiser.

Logo, é possível vender fotos online. Talvez seja realmente a forma mais eficaz de captar clientes e vender mais. Da mesma forma que os outros segmentos, a fotografia também pode ser bem aproveitada no mundo digital.

Como vender mais fotos?

Vamos agora à proposta do texto, ou seja, dar algumas dicas para vender fotografias. Você entenderá que é algo simples de fazer e que pode começar o quanto antes. Então, não perca tempo e aproveite as recomendações a seguir.

1. Escolha um nicho

Todo negócio deve começar aos poucos. Foque em algum nicho com o qual você se identifique, pois assim será mais fácil tirar fotos. A seguir, mostramos algumas categorias muito procuradas em sites de fotos:

  • alimentos e bebidas;
  • arquitetura, paisagismo e design de interiores;
  • negócios e finanças;
  • saúde e medicina;
  • lazer e esportes;
  • moda e beleza;
  • natureza (animais, plantas);
  • produtos;
  • pessoas.

2. Conquiste seu público

Invista em técnicas para conquistar seu público. Hoje, públicos de qualquer idade usam as redes sociais. Pelo menos, a maioria faz isso. Logo, você deve aproveitar esses canais de comunicação para divulgar seu trabalho.

Além disso, fotografe o que você gosta, mas fotografe também o que seu público deseja. Para conhecer o que ele deseja, as redes sociais são uma boa fonte de informações. A depender do gosto do público, você pode, inclusive, explorar outros nichos, adicionando-os ao nicho inicial.

Público feminino, público masculino, público infantil, público da terceira idade. Amantes da natureza, esportistas, leitores, caminhoneiros, pessoas que apreciam os cenários urbanos, amantes de veículos. Enfim, as opções de público são vastas e você deve trabalhar para agradar o seu público-alvo.

3. Tire fotos de boa qualidade

Certamente, as pessoas gostam de imagens de boa qualidade. Afinal, você não pretende vender fotos postando imagens de baixa qualidade, não é? Assim, a resolução mínima recomendada é de 300 dpi.

Para isso, use uma máquina fotográfica de boa qualidade, com alta resolução e opções diferentes de captação de imagens. Use uma máquina moderna e sofisticada, com recursos avançados.

Ainda que a plataforma ofereça uma prévia da imagem, o usuário só terá acesso ao download após efetuar o pagamento. A imagem oferecida depois de confirmado o pagamento é em HD e não apresenta marca d’água.

4. Edite as imagens de forma apropriada

A edição é uma etapa tão importante quanto o ato de fotografar. No geral, o ideal é deixar as fotos sem muitas edições, o mais clean possível. Mas tudo depende do público. No final, você pode encontrar pessoas que gostem de montagens, ou seja, um público que aprecie imagens mais criativas. Nesse caso, você pode usar até fotografias diferentes para conseguir um resultado mais atraente.

As edições também podem ajudar você a imprimir sua marca nas imagens que comercializar. Assim, fica mais fácil criar uma audiência que se agrade do seu estilo de fotos. Uma dica referente à edição de imagens é o uso de presets, que são filtros que, de forma automática, ajustam a luz, a textura, o brilho, o contraste, a cor das fotos. No final, serão necessários somente alguns retoques manuais.

5. Use a internet a seu favor

Já falamos como as plataformas de imagens podem ser valiosas aliadas na comercialização de imagens. Vamos falar mais sobre elas no tópico abaixo!

Como a internet pode ajudar você nesse sentido?

Você pode criar um site para vender fotos. É uma possibilidade. Mas já existem sites próprios para isso. Talvez, a melhor opção para quem está começando seja postar suas imagens em algumas dessas plataformas.

Com o tempo, você pode até desenvolver sua própria página. Mas as plataformas são realmente uma “mão na roda”, tanto para quem está começando quanto para quem já é veterano. Aproveitando a reputação que elas têm e a demanda do público, você pode se encaixar em algum site para vender fotos já consagrado para construir seu público.

Como vender fotos online?

Uma das melhores propostas para vender fotografias on-line é disponibilizá-las como imagens de estoque para comercialização em sites de terceiros. Um portal de banco de imagens ou agência de banco de imagens pode vender fotos exclusivas que você carrega. Confira algumas plataformas para vender fotos online.

Shutterstock

Shutterstock é um dos mais importantes bancos de imagens do mundo. Atualmente, ele conta com mais de 340 milhões de imagens. Ele também oferece vídeos e áudios de boa qualidade. Existem diferentes níveis de remuneração, que funcionam conforme a quantidade de imagens licenciadas. Acompanhe os percentuais de pagamento da Shutterstock:

  • até 100 — 10%;
  • de 101 até 250 — 20%;
  • de 251 a 500 — 25%;
  • de 501 a 2.500 — 30%;
  • de 2.501 a 25.000 — 35%;
  • mais de 25.000 — 40%

Para vender fotografias nessa plataforma, você deve:

  • cadastrar-se na plataforma;
  • enviar, pelo menos, 10 imagens para análise no primeiro upload;
  • depois que as imagens forem analisadas, você poderá subir outras imagens;
  • depois da validação, você tem o direito de definir um valor mínimo para pagamento e o método de recebimento;
  • a plataforma calcula automaticamente os ganhos e sempre que o valor mínimo for atingido, ela faz a transferência para você.

Getty Images

É um site para vender fotos que pertence a dois outros grandes bancos: iStock e Unsplash. O Getty se encontra entre os maiores sites de imagens do mundo.

Hoje, essa plataforma tem mais de 750 mil clientes em todo o mundo. Os ganhos podem ser de 15% a 45% em cima do valor da licença da imagem. Para vender imagens no site, você deve:

  • baixar o aplicativo “Contributor by Getty Images”, que se encontra nas lojas do Android e do iOS;
  • subir de 3 a 6 imagens para que a equipe da plataforma analise;
  • se você for aprovado, receberá um e-mail e um contrato não exclusivo para começo da parceria;
  • depois de assinar o contrato, já pode vender suas fotografias;
  • depois de um tempo, você pode assinar um contrato de exclusividade.

Outras plataformas

Ainda há outros sites de imagens:

  • iStock;
  • Adobe Stock;
  • Alamy;
  • 500px;
  • Snappe4U;
  • Dreamstime;
  • Burst.

Esperamos que essas dicas realmente ajudem você a vender fotos online! Dessa maneira, você pode ganhar dinheiro fazendo o que gosta. Como fotógrafo, você pode com facilidade ter uma renda extra ou até iniciar um novo canal de recebimentos se souber as melhores recomendações e os lugares adequados para disponibilizar sua arte na internet.

Deixe que sua real paixão por fotografar determine os rumos de sua vida! Basta saber ajustar as coisas e encontrar as oportunidades. Aproveite para falar o que você achou do post: comente sobre o que pensa do mercado digital de fotos.

TAGS

Compartilhe nas redes sociais

AUTOR:

Post produzido por Fujifilm X Series Brasil Acompanhe as redes sociais oficiais: @xseriesbr no Instagram e X Series Brasil no Facebook

Logo fuji

Blog Fujifilm

Explore o mundo da
Fujifilm X Series e GFX!

SIGA A X SERIES POR E-MAIL

Inscreva-se e receba a
nossa newsletter e outras
novidades da X Series!

Quem escreve para a X Series:

Mãe e Fotógrafa, apaixonada por ambas funções. Vive de fotografia desde 2001, quando percebeu que luz,...

Analista de Sistemas, Designer Gráfico e Fotógrafo e Certificado Adobe Expert por seu vasto conhecimento...

Fotógrafo, filmmaker e designer gráfico. Criador do PhotoWalk, amante de café e boas histórias.

X-Photographer desde 2014. Trabalho com fotografia e vídeo desde 1995 e transito por inúmeras áreas...

Loja virtual

fujifilm-logo-01

SIGA X SERIES

VEJA TAMBÉM

Conheça as funcionalidades do sistema GFX nas câmeras Fujifilm

Em busca de aperfeiçoar a arte de fotografar, muitas pessoas se deparam com opções de…

fernandaquintino

VER MATÉRIA COMPLETA
Fundo pra foto: qual a utilidade e quando usar um?

Fundo pra foto: qual a utilidade e quando usar um?

A fotografia é uma arte que captura momentos, emoções e histórias por meio de imagens…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA
Reels de fotógrafos: como construir um portfólio no Instagram

Reels de fotógrafos: como construir um portfólio no Instagram

Nas redes sociais, a fotografia ganhou um novo palco para brilhar: os Reels do Instagram….

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA
Manipulação de imagem: conheça mais sobre as técnicas

Manipulação de imagem: conheça mais sobre as técnicas

Quando o assunto é fotografia, a tecnologia tem permitido não apenas que as câmeras se…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA