Storytelling na fotografia: descubra como contar histórias apenas com fotos

Provavelmente, quando você pensa em contar uma história, uma espécie de filme passa pela sua cabeça, com imagens que vão se conectando e tecendo a trama toda. Mas esse tipo de narrativa não precisa ocorrer de forma textual ou em vídeo. Já pensou em expressar isso com fotos? Inclusive, existe um segmento para isso — o storytelling na fotografia.

Se nunca ouviu falar no assunto, ou se não faz ideia de como colocar em prática, este post é para você. Vamos falar mais sobre o storytelling de conteúdo e como você pode transformá-lo em realidade de forma artística por meio da fotografia. Vamos lá?

O que é storytelling de conteúdo?

O storytelling é conhecido como a arte de contar histórias utilizando elementos específicos. Em geral, são criados ambientes, personagens, conflitos e uma mensagem final a ser transmitida. Tradicionalmente, isso era feito por meios textuais. Hoje, no entanto, existem outras práticas, como o storytelling na fotografia.

Desse modo, você pode captar a atenção do público, guiá-lo por um percurso definido e, ao final, proporcionar uma entrega de valor, como uma “moral da história” ou um aprendizado rico. O principal ponto é que a pessoa possa levar isso para a vida.

Qual é a importância dessa estratégia?

A estratégia de storytelling, na fotografia ou não, é o que vai fazer com que o seu negócio ou marca pessoal sejam realmente relevantes para o público. As pessoas se identificam com os histórias, viajam através delas, aprendem e evoluem.

Por isso, essa é uma maneira de se fazer presente, de um jeito mais íntimo. Ao usar o storytelling para reforçar sua marca pessoal, por exemplo, as pessoas podem construir certa afinidade com você, pois sentem que conhecem aspectos importantes da sua trajetória.

Quando isso envolve uma empresa, a sensação é muito semelhante. No final, é como se as pessoas pensassem: “eu quero comprar de uma empresa que acredita nas mesmas coisas que eu, ou que tem os mesmos valores”.

Quais benefícios ela pode trazer?

É claro que o storytelling ainda pode servir como um ótimo marketing para fotógrafos, mas esse não é o único benefício proporcionado pela estratégia. Quer conferir alguns outros? Então, fique de olho!

Leve o público para uma jornada

Conteúdos diretos são ótimos para fornecer dados precisos e rápidos. Mas quando as pessoas param para dar atenção a um assunto de seu interesse, fazê-las se sentir envolvidas é o melhor caminho. Por isso, o storyttelling convida o público para uma jornada, como se tirasse a pessoa do local onde está e a transportasse para o lugar da narrativa, ainda que seja em fotos.

Gere identificação

Quando você encontra uma mensagem rica em um momento delicado da sua vida, as chances de se lembrar dela por muitos anos acabam se tornando bem maiores. O mesmo acontece com o seu público, que pode assimilar e levar consigo aquela história por um bom tempo.

Para tanto, é fundamental que haja identificação, ou seja, quem está consumindo o story deve conseguir se imaginar no papel do personagem principal.

Desperte emoções

Sabe quando vemos uma imagem de cachorrinho abandonado na internet e a garganta vai fechando, as lágrimas brotam dos olhos e a gente se emociona para valer? Isso é produto de uma boa identificação com a imagem, ou seja, é quando ocorreu uma conexão entre a mensagem e alguma memória que você já tem, ou algo que você consegue projetar com clareza.

Seduza com facilidade

Por fim, mais um benefício do storytelling na fotografia é o poder de seduzir o seu público. Quando você consegue contar uma história por meio de registros estáticos e visuais, as pessoas desejam parar para ver, porque isso gera conexão, uma necessidade natural humana.

Como criar um storytelling de conteúdo apenas com fotos?

Sabe aquele bom e velho álbum de família com os registros de várias etapas da vida de muitos dos seus parentes próximos? Aquele é o primeiro storytelling de fotografia que já existiu, provavelmente. Então, você conhece essa estratégia melhor do que imagina!

Montar um vai depender da sua criatividade. Mas você precisa ter atenção aos elementos do storytelling (que você vai conhecer, a seguir) e tramar muito bem a mensagem para não deixar nenhuma ponta solta, tá bem?

Então, suponha que o story seja da chegada do primeiro filho de um casal. Você pode seguir uma sequência de registros, por exemplo:

  • uma imagem que reproduza o momento em que o casal se conheceu;
  • uma que mostre o seu relacionamento antes do bebê;
  • outra que reproduza o momento da descoberta da gravidez;
  • uma boa foto em família, mostrando a reação de cada um;
  • a seguinte, sobre a preparação do casal para a recepção do filho;
  • um penúltimo registro da mãe correndo para ganhar a criança;
  • a foto final com o bebê, que pode estar sozinho, com os pais ou com toda a família.

É claro que esses registros não precisam ser do momento em si, só uma reprodução. Assim, você consegue pegar os elementos mais marcantes dos acontecimentos e retratá-los nas fotos. Os registros de gravidez mês a mês também são uma ótima inspiração para storytelling.

Quais são os principais elementos do storytelling?

Um storytelling é composto por alguns elementos que, invariavelmente, estão sempre presentes. Em geral, eles são quatro:

  • mensagem;
  • ambiente;
  • personagem;
  • conflito.

A mensagem é a história a ser contada, com um desfecho que impacte a vida das pessoas. Ela é narrada em um ambiente, que facilita o papel do público ao embarcar na jornada. Há, ainda, a personagem, que é quem transmite a mensagem e promove a identificação de quem está lendo. Por fim, sempre existe um conflito que motiva a personagem a atravessar a jornada.

Como você viu, o storytelling na fotografia é uma história que se conta sozinha. Para cumprir essa função, é fundamental que cada fator do registro seja bem pensado e/ou capturado. Não se esqueça de incluir todos os quatro elementos principais para que o enredo fique interessante.

Se você gostou das nossas dicas, não deixe de nos seguir no Facebook e no Instagram para acompanhar outros conteúdos!

TAGS

Compartilhe nas redes sociais

AUTOR:

Post produzido por Fujifilm X Series Brasil Acompanhe as redes sociais oficiais: @xseriesbr no Instagram e X Series Brasil no Facebook

Logo fuji

Blog Fujifilm

Explore o mundo da
Fujifilm X Series e GFX!

SIGA A X SERIES POR E-MAIL

Inscreva-se e receba a
nossa newsletter e outras
novidades da X Series!

Quem escreve para a X Series:

Mãe e Fotógrafa, apaixonada por ambas funções. Vive de fotografia desde 2001, quando percebeu que luz,...

Analista de Sistemas, Designer Gráfico e Fotógrafo e Certificado Adobe Expert por seu vasto conhecimento...

Fotógrafo, filmmaker e designer gráfico. Criador do PhotoWalk, amante de café e boas histórias.

X-Photographer desde 2014. Trabalho com fotografia e vídeo desde 1995 e transito por inúmeras áreas...

Loja virtual

fujifilm-logo-01

SIGA X SERIES

VEJA TAMBÉM

mercado de fotografia

Conheças 4 tendências do mercado de fotografia para os próximos anos

A fotografia é uma arte que mexe com os sentimentos e as emoções das pessoas….

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA
videomaker e filmmaker

Videomaker e filmmaker: entenda as diferenças e descubra como destacar seu trabalho!

Consumir conteúdos audiovisuais é uma tarefa fácil, e todo mundo gosta. Mas você já parou…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA

Dodge and burn: passo a passo para dominar a técnica!

Uma das técnicas mais comuns de edição para agregar valor à fotografia é, sem dúvidas,…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA

Marketing para fotógrafos: como divulgar seu trabalho da melhor forma

“Como investir em marketing para fotógrafos?” — eis aí uma pergunta que é feita com…

Fujifilm Brasil

VER MATÉRIA COMPLETA